Publicidade

A importância de utilizar peças originais no mercado de filtração

cA originalidade de um produto é determinada por meio das especificações técnicas, da autenticidade e da conformidade com padrões estabelecidos pela empresa fabricante, visando otimizar a performance no sistema onde é aplicado


A importância de utilizar  peças originais no mercado de filtração

A originalidade de um produto é determinada por meio das especificações técnicas, da autenticidade e da conformidade com padrões estabelecidos pela empresa fabricante, visando otimizar a performance no sistema onde é aplicado. Embora existam selos, normas e características, nem sempre todas essas informações podem ser disponibilizadas para o mercado.
É importante destacar que produtos originais são desenvolvidos após extensivas pesquisas e testes, levando em consideração fatores específicos do projeto. O uso de componentes originais, de maneira geral, assegura a integridade do sistema, evitando problemas de compatibilidade e garantindo a eficiência e longevidade do equipamento.
Design adequado: A perfeição do design original, uma vez que tem preocupação com a excelência nos resultados, é indispensável para o funcionamento dos equipamentos. Peças originais são produzidas em conformidade com o exato design que receberam para a funcionalidade que devem oferecer. Peças não originais são de instalação mais demorada, justamente pelo design inadequado. Nesses casos, não se consegue o encaixe rápido e imediato. 
Material de boa qualidade: Assim como no cuidado com o design, a utilização de material de boa qualidade para a produção da peça frisa, principalmente, a resistência operacional e a sua durabilidade. Da mesma forma, o cuidado com o emprego do melhor material para os fins a que se destinam reduz os desgastes comumente observados quando se faz uso de peças não originais. O foco não pode estar na produção de itens mais baratos, mas em peças mais seguras e resistentes.
Durabilidade: Design adequado ao projeto original, assim como material de boa qualidade na produção são indispensáveis para garantir durabilidade. Em cada equipamento, as peças têm um tempo de vida útil, durante o qual ela deve atender regularmente suas demandas. Trocas e substituições antes do tempo e, algumas vezes, com uma reincidência anormal são inaceitáveis. São nesses casos que o ditado “o barato sai caro” se torna ainda mais evidente. 
Compromisso com a marca: Um importante aspecto que se deve levar em conta na escolha de peças originais é o seu compromisso com a marca. A irregularidade ou fragilidade de uma peça pode colocar em risco o sucesso de todo o equipamento onde ela está inserida.
Desta forma, a utilização de filtros, peças, produtos e acessórios originais é crucial para garantir, conforme projetado pela montadora, o desempenho, durabilidade e eficiência de um equipamento, motor ou sistema. Esses componentes são projetados para se integrarem perfeitamente, mantendo os padrões de qualidade e segurança estabelecidos.
“Características específicas, como qualidade superior, materiais de fabricação de alta qualidade e atendimento a normas técnicas, muitas vezes distinguem produtos originais. Além disso, alguns produtos podem ter selos de autenticidade, hologramas ou códigos de verificação para garantir sua legitimidade” – explica Gabriel Cortez, diretor comercial da Iteb. 
Produtos que não atendam as regras definidas pela Anvisa estão irregulares e, portanto, não oferecem a você garantias de eficácia, segurança e qualidade exigidas para produtos sob vigilância sanitária. 

A importância de utilizar  peças originais no mercado de filtração

A importância de utilizar  peças originais no mercado de filtração

Os riscos quando as peças não são originais
A opção pelo uso de peças paralelas pode reduzir a eficiência das operações, constantes demandas por manutenção e novas substituições. Além disso, há o risco de trazer danos ao maquinário, provocando desgastes ou mau funcionamento, especialmente com os ajustes de última hora que precisarem ser feitos.
Resumindo, podemos dizer que, quanto ao uso de itens não originais, há quatro principais problemas: Dano ao equipamento, Menor vida útil; Aumento da demanda por manutenção; e Maior custo final. No primeiro caso, a tentativa de adequar uma peça paralela, que não se ajusta perfeitamente, pode levar ao mau funcionamento e a danos ao equipamento após poucas horas de uso. 
Quando se trata da durabilidade, a produção com design irregular e o uso de material de qualidade inferior, visando o menor custo, resultarão a uma drástica diminuição de sua vida útil. Em muitos casos, inclusive, toda a máquina poderá ficar comprometida em um tempo menor do que seria o normal para aquele equipamento.
Depois podemos destacar que a utilização de peças paralelas sempre vai exigir novas substituições, levando à paralisação do trabalho, à aquisição de novas peças e até custos para sua instalação. Ademais, itens não originais podem provocar o desgaste ou o mau funcionamento de outras partes da máquina com as quais se relacionam, ocasionando um aumento na demanda por manutenção.
Diante de tudo isso, fica evidente que o custo será maior, uma vez que peças sem o compromisso com a qualidade que uma peça original apresenta perdas e danos para a equipamentos e para a empresa. 
Para Paulo Roberto Leite do Nascimento, gerente nacional - Brasil da UFI FILTERS, os riscos são sempre sérios e significativos, principalmente quanto ao uso de filtros não originais, uma vez que não é possível garantir as especificações pré-definidas pela montadora e sua eficácia na filtração. Ele cita alguns exemplos: 

A importância de utilizar  peças originais no mercado de filtração

A importância de utilizar  peças originais no mercado de filtração

Filtro de óleo: Pode resultar em redução da durabilidade e desempenho inadequado, com possibilidade de passagem de sujidades ao motor, levando a danos como degradação na camisa e desgaste de sistemas rotativos.
Filtro de combustível: Pode prejudicar a bomba de injeção e os bicos, reduzindo a eficiência de combustão e o desempenho do veículo. 
Filtro de Ar do motor: Pode comprometer a mistura da combustão ar/combustível na câmara, afetando o desempenho do veículo em relação à vazão de ar e à quantidade de contaminantes que chegam à câmara de combustão.
“Os filtros de óleo ou de ar falsificados podem ter materiais de baixa qualidade que comprometem a eficiência da filtragem, levando a danos no motor. Elementos filtrantes genéricos podem não atender aos padrões de qualidade, permitindo a passagem de partículas nocivas. Acessórios não originais podem ter dimensões inadequadas, causando desgaste prematuro ou danos aos componentes” – complementa Cortez. 

Fontes confiáveis 
Cortez explica que para identificar produtos falsificados é importante observar detalhes da embalagem, como erros de grafia, diferenças de cor, qualidade dos materiais e presença de hologramas ou códigos de autenticidade. Além disso, adquirir produtos de fontes confiáveis, como revendedores autorizados, minimiza o risco de adquirir produtos falsos.
Nesse sentido, de acordo com Nascimento, algumas dicas podem ser seguidas. “Para detectar produtos falsificados, inicie pela embalagem, verificando a presença de informações corporativas como CNPJ. Prossiga examinando o fundo automático da caixa e as gravações no filtro, que devem ser nítidas e resistentes a danos. Observe as características e materiais do filtro, sendo que produtos falsos geralmente não alcançam a qualidade premium dos originais” – detalha.
No caso de produtos patenteados, todos os filtros originais são acompanhados por códigos de patente exigidos. Além disso, o gerente da UFI FILTERS explica que muitos filtros originais apresentam componentes com a marca, inclusive no caso UFI, demonstrando sua autenticidade e superioridade em relação aos produtos genéricos.
Vale ressaltar que produtos originais patenteados são protegidos legalmente, e as empresas costumam destacar isso em suas embalagens e produtos. Buscar por informações sobre patentes específicas no site da empresa ou em bancos de dados de patentes pode confirmar a exclusividade de um produto. Além disso, a presença de elementos distintivos, como logotipos, marcas registradas ou tecnologias específicas, pode ser um indicativo da autenticidade do produto.
“Gostaria de ressaltar a importância de se optar por produtos originais provenientes de fontes confiáveis. No amplo espectro da filtração industrial, automotiva, residencial e tratamento de fluidos e gases, a busca por autenticidade não é apenas uma escolha, mas uma decisão estratégica” – enfatiza o diretor da ITEB.
Para ele validar se um produto possui patente é um passo fundamental nesse processo. Os produtos patenteados, como os desenvolvidos pela ITEB no mercado de Saneamento e Irrigação, são resultado de extensivas pesquisas e testes. Eles não apenas atendem normas, mas também suprem lacunas em setores e projetos, demonstrando um comprometimento inabalável com a inovação.

A importância de utilizar  peças originais no mercado de filtração

“Destaco a incessante busca da ITEB por produtos de qualidade, alinhados às normas e especificações técnicas dos clientes. Este compromisso não apenas eleva a categoria dos artefatos de borracha, tornando-os mais técnicos e tecnológicos, mas também define um padrão para a excelência no mercado de Saneamento e Filtração. Ao escolher produtos originais, contribuímos não apenas para nossa eficiência operacional, mas também para a evolução contínua do setor” – finaliza Cortez. 
 

Contato das empresas
Iteb:
www.iteb.com.br 
UFI FILTERS: www.ufifilters.com

Publicidade