Edição Nº 100 - Setembro/Outubro de 2019 - Ano XVIII
1791 visualizações
MF - Edição Especial Filtech - De família para famílias


MF - Edição Especial Filtech - De família para famílias



por Lucas Cortez

No Livro Empresa Familiar - é sim – um bom negócio!, o autor José Renato de Miranda releva que as empresas familiares compõem dois terços do total de empresas no mundo, 75% das empresas na União Europeia são familiares e na Índia, representam 65% do PIB e empregam 75% da população ativa.
Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas) e do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), mais de 90% das empresas constituídas no país são familiares, representando cerca de 65% do PIB e 75% da força de trabalho.
Pesquisas apontam que de cada 100 empresas familiares abertas e ativas, apenas 30 sobrevivem à primeira sucessão e cinco chegam à terceira geração.
O desafio é equilibrar e ter coesão na governança familiar, societária e corporativa. Transcender um ciclo vicioso de criação, manutenção e decadência dos negócios, “Pai rico, filho nobre e neto pobre” para ciclo virtuoso de constante criação, “pai, filho e neto gerando valor”.
Gana, desejo, sonho, meta - uma senhora e seus quase oitenta anos e a ousadia de uma mente inquieta por conquistar mais um objetivo, alguns quilômetros de distância o esposo, quatro anos mais velho, assiste o salto em solo bem firme.
Sim, esse não é um salto de paraquedas qualquer, é muito mais do que isso.
Esse acontecimento registrado em foto e vídeo é a forma que escolhemos para simbolizar como uma empresa familiar brasileira em sua terceira geração respeita o legado e a tradição de quarenta e seis anos de história com toda a energia e apetite de inovar por maiores saltos e quem sabe em outros ares.

 



História da ITEB
Redigido de acordo com entrevista de 5 de junho de 2015 com Neide e Edgard Cortez.
A ITEB é o resultado do sonho de um jovem, que nos anos 50 construiu por quase 20 anos, uma carreira de muito respeito nas maiores empresas no mercado brasileiro de borrachas.
Com todo aprendizado e experiência, planejamento e vislumbrando uma oportunidade de mercado, fundou junto com sua esposa e sócia a ITEB, uma empresa técnica desde o nome, com objetivo de atender com a máxima qualidade diversos segmentos, considerando a borracha como a solução para as especificidades de cada cliente e não apenas como uma simples commodity.
I


AVISO

Para acessar esta matéria na íntegra é necessário estar logado.Clique aqui para realizar o seu cadastro!
Já tem login? clique aqui

Publicidade