Novidades no mercado Offshore
Edição Nº 86 - Maio/Junho de 2017 - Ano XVI
Esta notícia já foi visualizada 156 vezes.


Novidades no mercado Offshore



De acordo com a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a produção total de petróleo e gás no país em fevereiro foi de 3,346 milhões de barris de óleo por dia (boe/d). No caso do petróleo, sua produção atingiu 2,676 milhões de barris por dia (bbl/d), gerando um crescimento de 14,6% em relação ao mesmo período em 2016, mas a comparação com o mês de janeiro houve queda de 0,4%. 
Já a produção de gás natural foi de 106,6 milhões de metros cúbicos por dia, alta de 9,2% em relação ao mesmo mês do ano passado e queda de 3% em relação ao mês anterior. Paralelo a esse cenário, a nona edição da Brasil Offshore, feira que é referência no setor de petróleo e gás, visa aquecer ainda mais esse mercado. 
Este ano, o evento será realizado na Bacia de Campos, em Macaé, de 20 a 23 de junho. Segundo a organização, a expectativa é que 550 empresas, de áreas como manutenção, automação, produção e exploração, façam negócios durante a feira, com participação de 52 mil compradores e visitantes. 
A edição de 2017 terá um pavilhão de 40.000m², e contará com a presença de diversas empresas do mercado nacional e internacional oferecendo soluções, tecnologias e equipamentos para toda a cadeia offshore. Em um momento de mudanças econômicas, a feira é uma excelente oportunidade para estar em contato com empresas e compradores dos diversos segmentos do setor, possibilitando planejar as estratégias de investimentos.
“A feira em Macaé tem sido uma ótima oportunidade para divulgação de novos produtos e serviços, bem como aumentar networking com os clientes, o cliente tem a chance de ver de perto nossos produtos, analisar a qualidade e tirar dúvidas pessoalmente. Além da participação das empresas, há uma grande participação de estudantes que se mostram bastante interessados em saber como as coisas funcionam”, ressalta Dina Diamand, representante Tecflux, distribuidora da Swagelok no Brasil.


Com a recuperação do preço do petróleo no país, para 2017, diversas multinacionais já anunciaram que irão retomar os programas de investimentos na perfuração de poços marítimos na costa brasileira, desta forma além do networking e o contato direto com fornecedores e produtos, para essa edição, outros fatores serão decisivos para que expositores e compradores fe ...


AVISO

Para acessar esta matéria na íntegra é necessário estar logado.Clique aqui para realizar o seu cadastro!
Já tem login? clique aqui

Publicidade